Artesanato Piauiense

Para os mais românticos, o artesanato tem muito a ver com uma forte sensibilidade, um senso criativo e paixão pelo que faz. Mas também reforça a identidade de um povo, a habilidade de mãos talentosas e enriquece a trajetória e o passado do nosso Piauí.

CONECTE-SE!

Acompanhe nossas redes sociais e não perca nada! Fique por dentro de tudo que acontece no Artesanato Piauiense.

CONHEÇA UM POUCO:

PALAVRA DO SUPERINTENDENTE

img

O artesanato piauiense é sem dúvidas uma das nossas maiores riquezas, além de ser uma prática cultural é também um resgate da nossa história e da nossa identidade. Ser artesão é ser um guardião das técnicas artesanais que falam sobre nossas origens, e por essa razão devemos valorizar o nosso artesanato.

Jordão Costa - Superintendente do Artesanato Piauiense

ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Confira as novidades dos Artesanato no Piauí em nosso Blog.

Sebrae lança edital de Chamamento Público para compra de objetos artesanais

Card - Sebrae

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE, lançou a Chamada Pública de Compra, dirigida a artesãos individuais e entidades representativas do segmento do artesanato. Tendo como objetivo a aquisição de objetos de artesanato provenientes das diferentes regiões do país (norte, nordeste, sul, sudeste e centro-oeste), para utilização em Trocas Protocolares, por ocasião de viagens, eventos e visitas técnicas dos diretores, dos representantes do Sebrae ou de autoridades representantes de órgãos governamentais, empresas parceiras e instituições nacionais e internacionais.

Poderão participar da seleção: Artesão individual não formalizado, maior de 18 anos, brasileiro ou naturalizado, que preferencialmente tenha Carteira Nacional do Artesão com data de validade vigente; Microempreendedor Individual (MEI) ; Grupo informal de produção artesanal, necessariamente cadastrado no SICAB; Micro ou pequena empresa de produção artesanal, legalmente constituída no território brasileiro; Associação, quando esta permitir comercialização de produtos, ou, Cooperativa que seja representante do segmento artesanal, legalmente constituído no território brasileiro e que preferencialmente esteja cadastrado no SICAB. 

Os objetos artesanais inscritos devem atender às seguintes características básicas como caráter utilitário e/ou decorativo; Não podem ser peças religiosas ou de uso pessoal como colares, brincos, bolsas etc.; Não podem ser de extrema fragilidade e com risco de deterioração, como flores secas, por exemplo; Não podem ser peças que se quebrem ou danifiquem facilmente. As peças devem ter como medidas máximas de 40 cm x 30 cm e de até 1,5 kg; Cada artesão poderá inscrever a quantidade de até 10 objetos. 

As inscrições irão até o dia 10/02/2022 e poderá ser realizada por uma das seguintes formas: Site https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/canais_adicionais/conheca_licitacoes ; pelo link https://forms.office.com/r/MmJtTxBR3E ; pelo e-mail tprotocolares@sebrae.com.br ou via impressa enviada ao Sebrae Nacional.

Você poderá conferir outros detalhes no próprio edital que está anexado logo abaixo:

Conheça os contemplados pela ação patrimônio vivo desenvolvido pela SECULT-PI

O Governo do Estado do Piauí, através da Secretaria de Estado da Cultura – SECULT/PI, com assistência técnica do Conselho Estadual de Cultura – CEC, selecionou este ano 30 mestres ou grupos da cultura popular, através do Edital do Patrimônio Vivo do Piauí-  RPV-PI que atende a Lei Estadual nº 5.816, de 16 de dezembro de 2008, regulamentada pelo Decreto Estadual nº 19.467, de 19 de fevereiro de 2021. Lei essa que recebe o nome de Cineas Santos, em homenagem ao professor, editor e produtor cultural, um dos maiores admiradores da ação.  

O objetivo deste edital é beneficiar com aporte financeiro mestres e grupos que atuam em ofícios tradicionais piauienses reconhecidos no Brasil e no mundo, como arte santeira, renda de bilro ou manifestações culturais ligadas à dança, música e literatura de cordel, para que possam transmitir seus conhecimentos e experiências e, assim, perpetuar esses ofícios, ajudando a manter viva essa importante tradição da nossa cultura piauiense.

“Após a realização de todos os trâmites legais, as pessoas e grupos selecionados passarão a receber uma bolsa mensal, e em troca elas estarão disponíveis para repassar, de diversas formas, os valores da nossa cultura popular. Esse registro será transcrito em um Livro de Tombo que ficará à disposição pública, e a pessoa passa a receber o título de Patrimônio Vivo do Piauí”, afirma o secretário estadual da Cultura, Fábio Novo.

O RPV-PI visa estimular e proteger iniciativas que contribuem para o desenvolvimento sociocultural e profissional dos artistas piauienses, que almejam a transmissão de seus conhecimentos e técnicas através de cursos de programas de ensino e aprendizagem apoiados diretamente pela SECULT- PI. 

Foram contemplados cerca de 30 profissionais, como o artesão João Oliveira, que está otimista com o projeto, já que é um custo mensal vitalício e que está sendo inovando aqui no Piauí, já que alguns outros estados como Pernambuco, já adotaram esse projeto e está atuante. 

Confira a lista divulgada pela SECULT-PI dos selecionados em anexo:  

A 21ª edição da FENEARTE contará com exposições de artesãos piauienses

Acontecerá entre os dias 10 e 19 de dezembro, no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda, a 21ª Edição da Feira Nacional de Negócios do Artesanato – FENEARTE, depois de um intervalo de dois anos. Teremos cerca de 10 artesãos representando o estado do Piauí nesta edição, por meio de um Chamamento Público promovido pela Secretaria do Estado de Cultura – SECULT através da Superintendência de Desenvolvimento do Artesanato Piauiense – SURDAPI, com o apoio do Programa do Artesanato Brasileiro- PAB.

A FENEARTE é a maior feira de artesanato da América Latina com oficinas gratuitas, atrações infantis, apresentações culturais e exposições, tem como tema “É Festa no Reino da Arte”, evento homenageia o movimento Armorial e seu idealizador, o escritor e dramaturgo Ariano Suassuna.

O público poderá conferir diversas programações como: O Espaço Janete Costa; Espaço Sebrae de Artesanato; Alameda dos Mestres, com 64 artistas pernambucanos dando as boas-vindas aos visitantes; Salão de Arte Popular Ana Holanda; Salão de Arte Popular Religiosa de Pernambuco; Galeria de Reciclados; Espaço Infantil; Oficinas de Artesanato entre outras atividades. 

Para Jordão Costa, Superintendente do Artesanato Piauiense “A Fenearte reúne países do mundo inteiro, são mais de quatro mil expositores e para nós do estado do Piauí representa a maior feira em volume de vendas do ano. Como estamos nas proximidades do Natal, nossa expectativa é superar as vendas de 2019, que vendemos mais de duzentos e cinquenta mil reais em artesanato, tendo em vista que tivemos um intervalo de dois anos sem edições.  Os artesãos que vão expor tem uma boa representatividade do artesanato do estado, então as expectativas são as melhores,” concluiu.

Para ter acesso ao evento, é obrigatório o uso de máscara e a apresentação do comprovante de vacinação completa contra a Covid-19, o visitante precisa mostrar que tomou dose única ou duas doses.