Artesanato Piauiense

Para os mais românticos, o artesanato tem muito a ver com uma forte sensibilidade, um senso criativo e paixão pelo que faz. Mas também reforça a identidade de um povo, a habilidade de mãos talentosas e enriquece a trajetória e o passado do nosso Piauí.

CONECTE-SE!

Acompanhe nossas redes sociais e não perca nada! Fique por dentro de tudo que acontece no Artesanato Piauiense.

CONHEÇA UM POUCO:

PALAVRA DO SUPERINTENDENTE

img

O artesanato piauiense é sem dúvidas uma das nossas maiores riquezas, além de ser uma prática cultural é também um resgate da nossa história e da nossa identidade. Ser artesão é ser um guardião das técnicas artesanais que falam sobre nossas origens, e por essa razão devemos valorizar o nosso artesanato.

Jordão Costa - Superintendente do Artesanato Piauiense

ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Confira as novidades dos Artesanato no Piauí em nosso Blog.

O Governo do Estado do Piauí, SUDARPI, Sebrae e parceiros lançam a amostra Piauí Rio

Amostra Piauí Rio

O Governo do Estado do Piauí em parceria com a Superintendência do Artesanato Piauiense – SUDARPI, Sebrae, Prefeitura de Teresina, Bondinho Pão de Açúcar, Crab, Sistema Fiepi, Fecomércio Piauí e Sistema Faepi/Senar, estão promovendo o projeto Piauí Rio que ocorrerá a partir do dia 14 de outubro no Rio de Janeiro.

Esse projeto é a proposta do Sebrae no Piauí para promover as belezas naturais e culturais do estado, diretamente do Bondinho do Pão de Açúcar. Além da Mostra “Piaí, Piaqui, Piauí” no Bondinho Pão de Açúcar, o projeto envolve a Exposição de Artesanato no CRAB – Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro e Encontro de Negócios de Turismo do Piauí.

Mostra “Piaí,Piaqui, Piauí”

Através do Bonde do Pão de Açúcar no morro da Urca-RJ, será divulgado o destino turístico nordestino que são famosos pelos seus parques nacionais, sítios arqueológicos, praias e Delta do Parnaíba. O Visitante terá uma experiência sensorial contemplando natureza, cultura, gastronomia e artesanato piauiense.

O evento contará com a exposição no anfiteatro com a curadoria e concepção do diretor artístico Marcello Dantas. Cinco telas de projeção convidarão os visitantes a acompanharem uma narrativa imersiva pelas seguintes óticas: Máquina do Tempo (Arqueologia); No Rastro da História (Cidades); Do Rio ao Mar (Natureza); e Erudito e Popular (Arte e Cultura); acompanhada de uma instalação sonora com uma trilha típica regional, em um passeio pela Orquestra Sinfônica de Teresina, Induo (dupla de jovens sanfoneiros), Orquestra Bandolins de Oeiras, Sebastiana (São Raimundo), Caju Pinga Fogo e Maria da Inglaterra.

Ainda no anfiteatro poderá ser conferida as belas paisagens do estado do Piauí através de modernos simuladores de voo e kitesurf, com óculos 3D, pelos ares e mares do Piauí em um asa delta ou em cima de uma prancha. Durante todos os dias do evento haverá apresentações em um palco montado no Espaço da Baiá de Guanabara.

O Artesanato, a moda e o agronegócio polos que são partes importantes do Estado do Piauí, será representado através de um espaço reservado que reunirá mais de 20 empresas. O local reunirá peças ricas do artesanato piauiense como: cerâmica, rendas, arte santeira, cestaria e trançados em carnaúba, joalheria com opalas de Pedro II (únicas no Brasil), castanha, cajuína, cajuaça, mel, entre muitos outros símbolos da cultura regional, dando a oportunidade aos visitantes de levarem um pedacinho do Piauí para suas casas.

“Pela primeira vez um estado vai ter a oportunidade de naquele cartão postal do brasil para o mundo estar se apresentando e de forma diferenciada através de tecnologias mostrando o que temos de melhor como nossas belezas naturais, nossas culturas e nossa história”, disse o diretor do Sebrae Mario Lacerda.

Exposição do Artesanato Piauiense – CRAB

Paralela à amostra “Piaí, Piaqui, Piauí”, irá acontecer a Exposição do Artesanato Piauiense no Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro – CRAB localizado na Praça Tiradentes – Rio de Janeiro. A exposição contará com diversas técnicas que serão abordadas, como a cerâmica, a escultura em madeira dos tradicionais santeiros piauienses, a cestaria em carnaúba, os bordados, a tecelagem manual, a joalheria utilizando opalas de Pedro II, a renda de bilro e a renda de sisal. A amostra tem como objetivo promover e valorizar o artesanato destacando a sua diversidade e fortalecendo o patrimônio cultural, imaterial e natural do estado do Piauí.

“De 15 de outubro à 15 de novembro teremos uma amostra do que há de melhor no artesanato piauiense, acontecerá no centro que é referência para o Brasil e para o exterior, sendo de extrema importância o artesanato piauiense estar nesse centro porque trará uma visibilidade ainda maior e uma grande possibilidade de venda nesse momento de retomada na economia”, declarou o Superintendente da SUDARPI Jordão Costa.

Encontro de Negócios de Turismo do Piauí

Durante o dia 14 de outubro será realizado no CRAB um encontro promovendo vendas e prospecção de futuras parceiras para o destino Piauí junto às agências e operadoras locais. O evento contará com dez empresários do receptivo do Piauí para um networking com cerca de 50 agentes de viagens, previamente selecionados, que terá como objetivo apresentar produtos e serviços do Estado, além de capacitar os agentes para promoção e comercialização do destino turístico nordestino.

“O turismo é um setor que quando tem atenção do poder público ele traz retorno para a sociedade, é uma fonte de desenvolvimento importante, onde o Piauí tem um grande potencial. Nós estamos trabalhando para fortalecer o turismo em Teresina, pois é uma forma de contribuir para o desenvolvimento socio econômico”, pontuou o secretário Marcelo Eulálio da SEMDEC.

Para os visitantes de acordo com o decreto da Prefeitura do Rio de Janeiro n° 49.335, será necessário apresentar documento que comprove vacinação contra a Covid-19 para entrada no Bondinho Pão de Açúcar. O visitante deverá apresentar documento de identidade com foto e comprovante vacinal contra Covid-19 correspondente a 1ª dose, 2ª dose ou dose única, respeitando o calendário de comprovação de vacinação da cidade do Rio de Janeiro.

CONFIRA TODA A PROGRAMÇÃO DO PROJETO PIAUÍ RIO:

MOSTRA PIAÍ PIAQUI PIAUÍ

Bondinho Pão de Açúcar

Abertura: 14/10/2021

Visitação: 14/10 a 18/10/2021

EXPOSIÇÃO NO CRAB

Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro (CRAB)

Praça Tiradentes, 69 – Centro

Abertura: 15/10/2021

Visitação: 16/10 a 15/11/2021

ENCONTRO DE NEGÓCIOS DE TURISMO DO PIAUÍ

Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro (CRAB)

Praça Tiradentes, 69 – Centro Data: 14/10/2021

Seleção das listas definitivas do Edital de Chamamento Público das Feiras 14º SALÃO DO ARTESANATO e da 21° FENEARTE

Edital de chamamento público nº 02/2021

A Secretaria de Cultura do Estado do Piauí – SECULT através da Superintendência de Desenvolvimento do Artesanato Piauiense – SUDARPI. Promoveram, o Edital de Chamamento Público nº 02/2021. Tornando público o processo de seleção de interessados em participar do 14º SALÃO DO ARTESANATO e da 21ª FENEARTE com apoio do Programa do Artesanato Brasileiro – PAB, no ano de 2021.

Foi realizado a seleção provisória dos Artesãos e/ou Mestres Artesãos e Entidades Representativa (associação, cooperativa ou grupo produtivo) e comunicamos que saiu a lias definitiva para o 14º SALÃO DO ARTESANATO e da 21ª FENEARTE, que tem como objetivo a divulgação e comercialização dos produtos artesanais piauiense.

Só lembrando as seguintes feiras acontecem:

14º Salão de Artesanato

 Local: Brasília- DF

 Período: 27 a 31 de outubro de 2021

Nesta sexta-feira, acontecerá a reunião com os artesãos selecionados do 14º Salão de Artesanato de Brasília-DF. De forma remota às 10h.

21º FENEARTE – Feira Internacional de Artesanato de Pernambuco

Local: Recife- PE

Período: 10 a 19 de dezembro 2021

A lista definitiva encontra-se em anexo:

ENTREGA DE CARTEIRAS PARA OS ARTESÃOS VALENCIANOS ATRAVÉS DO PROJETO A TEIA

Foto: Fabiana Santo

O Governo do Estado, A Secretaria de Estado da Cultura – SECULT, através da Superintendência de Desenvolvimento do Artesanato Piauiense – SUDARPI, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Valença -PI realizaram ontem, (15) de setembro, a entrega de carteiras para 47 artesãos. 

O evento faz parte do calendário que antecede o aniversário de 259 anos do município de Valença que aconteceu no auditório do colégio Santo Antônio,  contou com a participação do Prefeito Marcelo Costa, a Secretária de Cultura e Turismo Lilian Cavalcante, os vereadores, secretários e artesãos valencianos.  Representando a SUDARPI a diretora Joseane Mendes e a coordenadora de Emissão de Carteiras Regina Brito.

“Hoje é um marco na história de Valença,  mais uma conquista da nossa administração em parceria com o governo do Estado, através da SUDARPI.  Fico imensamente feliz que nos festejos que antecederam o aniversário da nossa cidade tenha acontecido a entrega de carteiras dos artesãos e artesãs, pois é fundamental para o crescimento desses profissionais” afirmou Marcelo Costa, 

O cadastro e emissão das carteiras é uma parceria entre o Governo do Estado com os municípios e faz parte dos eixos do Projeto da Teia do Artesanato Piauiense, que tem como objetivo efetivar políticas públicas que atendam os artesãos, valorizando e reconhecendo as culturas locais  fortalecendo a cadeia produtiva de divulgação e a comercialização.  

Para a Diretora da SUDARPI Joseane Mendes o projeto a Teia, “Através das ações do mapeamento, ajudou a articular diferentes parceiros que contribuem direta ou indiretamente para a difusão da cultura e do artesanato piauiense. Nessa parceria, instituições do Governo, prefeituras municipais, o Sebrae através das salas do empreendedor e as associações e cooperativas construíram uma rede de comunicação para que pudéssemos chegar a todos os artesãos e artesãs do estado do Piauí ”,  declarou.

“A cidade de Valença tem muitos artesãos, não tínhamos conclusões dos trabalhos, não conseguimos desenvolver oficinas, participar de feiras em outros estados. Em parceria com o Superintendente Jordão Costa da SUDARPI, conhecemos o projeto a teia, e cadastramos os artesãos” , contou Lilian Cavalcante.  

 Por meio do Projeto a Teia podemos identificar e mapear os artesãos, quais são as tipologias, técnicas produzidas por eles em cada território de desenvolvimento, quais comunidades pertencem tradicional e/ou originária e os principais problemas enfrentados na produção do artesanato. Garantindo assim, a identidade profissional e o acesso aos benefícios da carteira do artesão que são: Direitos programas de financiamento; Isenção de ICMS na comercialização dos produtos; acesso à nota fiscal avulsa de emissão eletrônica (e-NFA); participação em feiras, eventos nacionais e internacionais, a oficinas de capacitação e qualificação.

 O cadastro pode ser preenchido através do endereço eletrônico: https://www.artesanatopiauiense.pi.gov.br/ acesso ou por  um formulário impresso. Assim como, para realizar o cadastro, o artesão deve dirigir-se à sala do empreendedor, à prefeitura do seu município, à secretaria de cultura, à uma associação ou cooperativa de artesanato.